Tags

masato-uchishibaUm dos maiores nomes do esporte japonês, o judoca medalhista de ouro em Atenas-2004 e Pequim-2008, Masato Uchishiba, foi acusado de abusar sexualmente de uma de suas alunas – ainda menor de idade na época – e pode pegar até cinco de prisão pelo crime. Ele foi demitido da Universidade de Enfermagem e Bem-Estar Social de Kyushu, logo após o escândalo vir à tona.

Segundo a acusação, o crime aconteceu em uma viagem da equipe comandada por Uchishiba a Tóquio. O auto diz que o judoca se aproveitou de uma das jovens estar alcoolizada após uma festa de confraternização para manter relações sexuais.

Em sua defesa, o campeão olímpico de 34 anos, famoso no Brasil por ter sido derrotado por João Derly na final do Mundial de 2005, atestou que a relação foi praticada de forma consensual. Ele responde ao crime em liberdade.

Anúncios