Tags

, ,

Ja faz mais de 4 meses que faleceu o mestre  de Karatê, Sensei Tomeijii Ito. Um dentro dos últimos mestre que lecionaram Karatê com o proprio Mestre Gishin Funakoshi, assim se foi no dia 19 de Julho de 2012.

Voltamos a lembrar, graças a ajuda do site http://www.butokukai.com.br sobre a vida desse sensei que marcou a historia do karatê do Brasil e também no Chile e outros paises da America do Sul.

sensei02Shihan Tomeji Ito nasceu em Miyagi Ken, Tamatsukuri Gun, Sendai no Japão em 21 de Janeiro de 1927, iniciou a prática do Judô aos 5 anos de idade. Sua família imigrou para o Brasil em 1933, quando moraram na cidade do interior paulista, Barretos. Após um ano, mudaram-se para Bebedouro-SP, cidade na qual a colônia japonesa já era bastante numerosa e onde teve a possibilidade de reiniciar os treinamentos de Judô – arte marcial na qual graduou-se 3º DAN.

Em 1938 mudaram-se para a cidade de São Paulo. Em 1940 era atleta do Clube Regatas Tietê. Treinava ginástica olímpica, com ênfase na modalidade de argolas e barra fixa. Nesta época seu treinamento era feito pelo Prof. Antonio Passos Teixeira. Posteriormente transferiu-se para o Ginásio Olímpico Paulista, onde era treinado pelo campeão Olímpico na Alemanha, Prof. Jacob Gendes. Em 1948, o Prof. Tomeji Ito sagrou-se campeão na modalidade barra fixa, solo e argolas. Chegando a ser vice campeão brasileiro no Campeonato de 1949, sediado no Rio Grande do Sul. Praticou muitos anos de fisiculturismo, chegando a obter títulos paulistas e a fazer parte da mesa de árbitros desta modalidade.

Em 1949, com 22 anos de idade, iniciou a prática do Karate, treinando com o Mestre Ozawa. Estes treinos eram feitos na própria casa do Prof. Ozawa, com apenas 4 alunos. Em 1956 passou a treinar com o Prof. Harada e Prof. Pinatti.

Posteriormente fundou a Associação Ito de Judô, na qual o Prof. Harada ministrava treinamentos de Karate aos sábados. Em 1967, a pedido da Kotobuke Kai de São Paulo foi enviado para a Igreja Guedatsu Kai (do governo do Japão) localizada nos Estados Unidos, para estudos da religião Budista. No período em que esteve em Los Angeles manteve seu treinamento na Academia do Professor H. Nishiyama, onde era “sparring” das lutas, juntamente com o Prof. Yaguti. Posteriormente viajou para o Havaí.

De volta a São Paulo, em 1970, retomou os treinos com o aperfeiçoamento conseguido nos Estados Unidos. Nesta época o Karate brasileiro ainda estava ligado à Confederação Brasileira de Pugilismo. O Prof. Ito, juntamente com o General Henrique Palmeiro D’Avila e outros colaboradores, auxiliaram na fundação da Federação Paulista de Karate e da Confederação Brasileira de Karate. A criação destas Entidades conseguiu organizar significativa a prática do Karate brasileiro.

Na Federação Paulista de Karate, o Professor Tomeji Ito foi Vice-Presidente por 2 gestões, diretor técnico, diretor de arbitragem, membro de graduação e é o atual Conselheiro (KODANSHA). Fez cursos técnicos com as maiores autoridades e professores do Karate mundial, como os Mestres Nakayama, Tetsuhiko Asai, Nishiyama, T. Okasaki, M. Tanaka, Taniguti, Sasaki e Kanazawa.

Em 1999, já filiado ao Mestre H. Kanazawa, viajou ao Japão para graduar-se 7º DANFestsival%20Butokukai%202008%20Shihan%20Tomeji%20Ito pela SKIF. Nesta ocasião submeteu-se ao exame juntamente com os demais alunos e era o mais velho dentre os praticantes a fazer exame – estava com 73 anos. Pela ISKF, participou de 03 Campeonatos Mundiais: no México, no Japão(Yokohama) e na Itália(Milão).No Campeonato do Japão, o seu aluno Tetsuo Mizuno, sagrou-se Campeão Mundial de Karate, modalidade Kata Master. No Mundial da Itália, o mesmo atleta foi 3º colocado Master.

Ate seus ultimos dias, Mestre Tomeji Ito ministrou Karate sa sua Academia: a Associação Butokukai Vila Mariana, em São Paulo. Ensinando Karate, técnicas de self defense (defesa pessoal) e police weaponts control, que praticou com o Mestre Robert K. Koga, na Califórnia, EUA.

Em fevereiro de 2011, O Mestre Ito ao alto de seus 86 anos e atual 8º Dan de karate Shotokan, foi homenageado com um diploma-pergaminho especial, de Honra ao Mérito, pelos serviços prestados ao karate brasileiro pela CBK

Seguindo o Budismo e o Shintoísmo, a vida do Mestre Ito firmou-se definitivamente pelo Karate, para o Budô. Paz, amor e compaixão, ajudou-o em sua vida e em sua formação. Dedicou e dedica sua vida a fazer o que mais gosta e ama: Treinar e ensinar o Karatê-Dô, formando não apenas grandes atletas e alunos mas, principalmente, homens e mulheres de nobre e raro caráter, melhores cidadãos para a nossa sociedade que é tão carente de valores que fortaleçam a personalidade do ser humano.

Linhagem Sensei Tomeijii Ito

Linhagem Sensei Tomeijii Ito

“Todas as aves do Universo costumavam se reunir para cantar hinos de louvor a Deus e a natureza.  Lá iam rouxinóis,  canários, sabiás, todos cantando maravilhosamente, até o grou, porém apenas com seu grulhado desagradável! Todas as aves se resolveram então a excluí-lo do grupo. Mas, de repente, chegou o Rei dos animais para perguntar por que não estava mais ouvindo a voz do grou. Quando explicaram o motivo pelo qual foi excluído o grou, o monarca respondeu: “Que coral desafinado!  O grou  é componente  de todas as notas da criação e seus tons azedos servem para realçar a beleza das notas  harmoniosas!”.

Quando acreditamos que não podemos tolerar certas pessoas ou certas coisas, certas religiões ou filosofias que nos parecem tão estranhas e perturbam nossa maneira de pensar, até o ponto de  querermos eliminá-las; quando pensamos que apenas nossas ideologias e diretrizes  prevalecem sobre quaisquer circunstâncias, devemos nos lembrar dessa lenda hindu e fazer de tal maneira que a harmonia e o equilíbrio se estabelecem dentro de nos para projetá-los nas nossas relações para com os outros.

É inútil falar de beleza, de paz e de luz se reinam dentro de nos a falta de harmonia, o caos e a escuridão. Devemos fazer uma auto-analise e sempre que encontramos pensamentos e desejos nocivos em nossos corações, procurar com sinceridade remover-los para nosso próprio bem como par o bem dos outros.

Nossas palavras e nossos atos devem ser equilibrados entre a razão e o sentimento numa forma de vida da qual devemos zelar constantemente para nos tornar  ínfima parte dessa grande harmonia que rege o universo.” Tomeijii Ito Sensei  (1927- 2012)

Anúncios