A delegação brasileira de karatê foi recentemente para França em Paris para participar da competição. Tudo foi financiado pelo conselho de regiao de Paris pois a CBK, comentou Celso Rodrigues, arbitro da CBK, não tinha dinheiro para viajar mais atletas!!!!… Irresistível !!!! Resultados? Uma única medalha de prata para Douglas Brose e nada mais…Mais um grande sucesso para a administração do karatê oficial brasileiro cuja ultima decisão da presidencia deu fim a seleção permanente da CBK e revogou toda a commissão tecnica.
Curiosamente nao se diz nada em canto nenhum sobre esses resultados brilhantes….

Virou obvia a incompetência! Não apenas favoreceu a proliferação de entidades mas também “espalhou a merda no ventilador”. No Brasil, as Federações e Confederações de karatê, da mais “oficial” até a mais “oficialmente picareta” são na grande maioria delas apenas concebidas para gerar renda. Esse dinehrio não e destinado a ser revertido aos atletas mas sim ao(s) dirigente(s). Nunca tem recursos para nada. Quanto a subvenções, elas sempre são requeridas para o minimo evento. E o dinheiro que rola por dentro das federações, onde vai o mesmo? E as parceirias de projeto educativo entre federações e governo de estado ou Ministerio da Educação? Onde vai? Quem controla? Quem administra? Os mesmos que gastam na pura e simple tradição do orçamento “familiar”? Ninguem sabe ja que as  prestações de contas são dificilmente apresentadas e de conhecimento publico!

Estamos bem longe das considerações culturais e marciais tradicionais (essas são mais um pretexto para arrecadar muito mais  ainda) ou das preocupações educative desportivas (esse karatê desportivo não tem mais nada a ver com arte marcial!)

Quero acreditar que ainda existem poucos responsaveis de club e dojo que não assim agem e pensam. Porém os resultados são mais uma vez terriveis: ausência  do Brasil no cenário internacional! Mais uma vez, que terrivel prova de incompetência !

Deploramos outrossim que os conselheiros tecnicos de pais onde existem estruturas e resultados sejam ignorados e desprezados! Eles vem para organizar e estruturar melhor. Porém e obviamente ameaçam os financiamentos e enriquecimentos ilícitos de certos. Isso ja foi comprovado pela atualidade judiciaria desses últimos anos ( no karatê, porem até no futebol!)

Quanto a proxima eleição na CBK, a mesma ja esta decidida e combinada. Será eleito um dos vices presidentes que ja afundou sua propria federação estadual. Sendo ele dono de empresa de marketing desportivo, podemos imaginar essa nominação  favorecer recursos para montar centros de formações, criação de corpo docente e organização de uma estrutura adminstrativa e contabil de perfeita idoneidade?.

Isso não aconteceu ha 19 anos sob a atual presidência. Vai acontecer agora? Vamos torcer! Mas pra ser sincero, tenho grandes dúvidas!!!

(materia Publicada no Karate.net em Dezembro de 2012)

Anúncios