Estado de Minas
No Grand Slam de Paris, Leandro Guilheiro vence Levan Tsiklauri, da Geórgia, na final, e conquista título inédito. Tiago Camilo também se sai bem e garante medalha de bronze

Na primeira competição internacional da temporada, o judô brasileiro tem muito que comemorar: medalhas e pontos no ranking mundial. Ontem, Leandro Guilheiro conquistou a medalha de ouro no Grand Slam de Paris de Judô, disputado no fim de semana, na França. Ele venceu a final contra Levan Tsiklauri, da Geórgia, e conquistou o único título do país na competição, que ainda teve mais um pódio, com Tiago Camilo (bronze).

Guilheiro, duas vezes medalhista de bronze nas Olimpíadas, teve de suar para alcançar o resultado, já que precisou levar a luta para o golden score e só então pôde garantir o ouro sobre o rival georgiano. O brasileiro foi campeão sobre Tsiklauri na categoria até 81kg, vencendo todas as seis lutas. Ele bateu respectivamente o alemão Nick Hein, o húngaro Sandor Nagysolymosi Jr, Srdjan Mrvaljevic, de Montenegro, o macedônio Sergiu Toma e o judoca da casa Antoine Jeannin antes da final.

A tarefa de Tiago Camilo foi mais complicada. Tanto que parou na semifinal, mas mesmo assim garantiu mais uma medalha na carreira: bronze. Ele enfrentou nesta fase o terceiro melhor judoca do ranking na categoria até 90kg, Dilshod Choriev, e foi derrotado. Antes disso, ele venceu Jovani Augustin, das Ilhas Maurício, o suíço Dominique Hischier e o russo Dmitry Gerasimenko para atingir a semifinal.

Outro bom resultado veio com Luciano Corrêa, que ficou próximo da medalha na categoria até 100kg. Ele conquistou a quinta colocação depois de cair nas quartas de final, quando enfrentou o alemão Dimitri Peters. Antes, o judoca venceu duas lutas. Ainda entre os homens, Nacif Elias (-81 kg), teve início facilitado, por entrar na chave como bye, ou seja, já na segunda rodada. Ele venceu German Velazco (PER), mas perdeu para Levan Tsiklauri, da Geórgia. Entre os pugilistas de mais de 100kg, o Brasil foi representado por Walter Santos, que venceu seu primeiro combate, contra o holandês Benjamin Leeuwaarde, mas encarou o sul-coreano Sung-Min Kim em seguida e foi eliminado.

MENINAS As duas mulheres que lutaram ontem pararam na segunda rodada. Mayra Aguiar (-78 kg) bateu Raquel Prieto, da Espanha, mas caiu diante da francesa Lucie Louette. Maria Suelem Altheman (+78 kg) iniciou o torneio como bye (segunda rodada), mas não passou por Na-Young Kim, da Coreia do Sul. No primeiro dia do Grand Slam, o Brasil teve como melhores resultados duas quintas colocações no feminino. As judocas Sarah Menezes e Erika Miranda foram responsáveis pelo feito ao chegar às quartas de final.

Fonte: superesportes

Anúncios