Literalmente de Uchi (interior) e deschi (aluno). Na tradicão do Budô, e anteriormente do Bujutsu, cada mestre ou responsável de escola (Koryu) pode ensinar para dois principais tipos de alunos. Tem os alunos que são introduzido ao mestre, vivem no cotidiano do mesmo e compartilham a sua intimidade. Com o decorrer do tempo, eles portanto passam a compreender melhor as concepções e a técnica do mestre,principalmente as interpretações das técnicas. O Ushi-deshi tem acesso a todos os segredos da escola, o que faz dele o vetor privilegiado de transmissão da mesma para a próxima geração. Simultaneamente existem também os Soto-deshi (com Soto para lado ) que permanecem na periferia do ensinamento . Apesar de ter aceso ao mesmo ensinamento, por não compartimentar certa proximidades com o mestre, os mesmos tem um entendimento mais superficial do ensinamento: faltam as verdadeiras chaves de interpretações para melhor transmitir a tradição quando montar dojo próprio. Ainda permanece hoje essa dupla corrente de transmissão do saber de qualquer escola. Cada sensei nomeia, caso tem o tempo, um sucessor dentro dos Soto-deshi do estilo para promover a divulgação do ensinamento a grande escala escolhendo sigilosamente um verdadeiro herdeiro dentro dos Uchi-deshi . Só esse poderá transmitir os segredos do estilos bem como as formas antigas a quem ele considerara capaz e merecedor de ser transmitido…

Anúncios